Bronzeamento natural adesivo

bronzeamento natural adesivo

Bronzeamento natural adesivo

No verão todos querem aproveitar o Sol, a praia e quanto menos roupa e mais bonito o seu corpo estiver, mais sucesso você vai fazer. Uma das maiores preocupações das mulheres, é exibir o corpo bronzeado. Há além do bronzeamento natural a forma artificial de se bronzear, mas está não é a mais recomendada pelos especialistas. Ainda assim, o bronzeamento natural necessita de alguns cuidados especiais para que seja feito sem agredir a pele e causar problemas futuros como o câncer de pele. Pensando nisso e também na comodidade das mulheres que gostam de estar sempre com a cor bonita, encontra-se hoje no mercado pessoas que fazem sessões de bronzeamento natural em casa, acompanhadas por pessoas qualificadas.

Como funciona o bronzeamento natural adesivo

Para ter o seu bronzeamento natural acompanhado por pessoas qualificadas, você poderá marcar o seu horário e receberá cuidados para obter um bronzeamento natural saudável e sem agressões à pele. As responsáveis pelo local ficam incubidas de manter a marca sempre no lugar certo, hidratar a pele da cliente e temporizar o tempo de exposição ao sol. Diminuindo assim a ocorrência de alguma eventualidade como marquinha torta, queimaduras na pele e desidratação. O bronzeamento natural é marcado na pele com biquines artificiais, que são feitos de esparadrapo e fita isolante, dando assim a oportunidade de escolher a melhor forma de biquini para o seu corpo, o que dá a essa prática o nome ‘adesivo’.

Onde fazer

Sempre que o assunto é você e o bem estar do seu corpo deve haver uma certa cautela, no caso do bronzeamento natural não é diferente, por isso sempre é indicado conhecer primeiro o local para ver os habitos de higiene, se há mesmo um bom resultado e se o local conta mesmo com pessoas especializadas para que não saia insatisfeito com o bronzeamento artificial adesivo.

Gostou? Que tal compartilhar?
Avalie essa matéria:

Loading ... Loading ...

Camila Guissoni

google plus


Gostou desta matéria? Comente:
*Nome
*Email
Site/Blog/Url
Mensagem
* Campos obrigatórios